Imagens mostram últimos momentos de ganhador da Mega-Sena morto em SP

No sábado (17/9), a polícia prendeu um dos quatro suspeitos do crime. Os demais acusados estão foragidos. Ganhador morreu na terça (14/9)

Imagens de câmeras de segurança obtidas pela Polícia Civil de Hortolândia (SP) mostram os últimos momentos de Jonas Lucas Alves Dias, ganhador da Mega-Sena morto na cidade. No sábado (17/9), a polícia prendeu um dos quatro suspeitos do crime.

Na última terça-feira (13/9), o homem caminhava pela rua, após sair de uma padaria no início da manhã, conforme mostram as imagens obtidas pelas autoridades. Em outro vídeo, é possível ver uma caminhonete branca passando por uma rua próxima à casa de Jonas. Ele foi rendido nesse local.

Duas horas depois, um veículo preto estaciona em uma agência da Caixa Econômica Federal em Campinas (SP). Um dos suspeitos, que está foragido, vai até o caixa eletrônico e saca R$ 2 mil. Ele também fez transferência de R$ 18 mil para uma conta bancária.

Cerca de 20 horas após ser sequestrado, Jonas foi deixado em uma estrada de Hortolândia, com sinais de espancamento. O homem chegou a ser socorrido e levado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Veja as imagens:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2

Prisão

No sábado (17/9), policiais civis da Deic de Piracicabana prenderam um homem de 48 anos suspeito de integrar o quarteto que sequestrou e espancou Jonas Alves Dias. Ganhador da Mega-Sena, Jonas foi agraciado com uma fortuna de R$ 47,1 milhões em 2020.

Segundo a polícia, o homem preso tem “vasta ficha criminal”, com passagens por homicídio, estelionato, roubo, furto, corrupção ativa e lesão corporal. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão nas casas dos proprietários dos automóveis utilizados no crime.

Os envolvidos no crime têm idades entre 22 e 48 anos de idade. O dono da caminhonete é o suspeito de 22 anos. Ele teria ido até o banco para configurar um aplicativo no celular e realizar transferências para outra integrante do grupo, uma mulher de 24 anos.

O suspeito de 38 anos é proprietário do veículo preto e não tinha antecedentes criminais. Os acusados que estão foragidos tiveram pedido de prisão temporária expedido pela Polícia Civil, que realiza buscas para identificá-los.


Fonte: https://metropoles.com
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, consideramos que você está de acordo. Aceitar Leia Mais

0
Comente!x
()
x