João Figueiredo repudia ataques à Priscilla por tatuagens: ‘É retrógrado’

O cantor João Figueiredo, de 23 anos, saiu em defesa da cantora Priscilla Alcantara, de 26, em virtude das críticas de religiosos por suas tatuagens. Ele orienta que as pessoas respeitem o próximo como pede o principal fundamento do cristianismo.

Em entrevista à revista quem, o artista, que iniciou a carreira na música gospel como a apresentadora, diz que é julgar a religiosidade de alguém por seu visual é um pensamento retrógrado.

Não cabe mais. Esse tipo de questionamento é antigo e retrógrado. Não falo só em relação à tatuagem, mas também em relação à orientação sexual. A gente tem que ter amor e respeito ao próximo. Isso é o principal fundamento do cristianismo.
João Figueiredo

O marido de Sasha Meneghel, de 24, iniciou em 2018 a cantar música gospel, mas anunciou no ano passado que deixaria de se apresentar com o gênero musical por querer se “comunicar com novas pessoas”. O artista diz que a mudança de rumos na carreira também lhe rendeu ataques de religiosos na internet.

Eu recebo esse tipo de crítica também, mas cada vez sinto menos. Talvez as pessoas que discordem do meu estilo de vida têm deixado de me acompanhar, como elas mesmo dizem. Ao mesmo tempo, consigo me comunicar com pessoas novas. Fico muito feliz em poder falar com pessoas de diferentes religiões sem me preocupar se eu estou fazendo o que as pessoas querem ou não de mim. Faço a minha verdade, baseado nos meus princípios.
João Figueiredo

Polêmicas com a comunidade cristã

Além dos haters pela mudança de estilo musical, a apresentadora Priscilla Alcantara foi alvo de duras críticas de membros da igreja por ter feito uma tatuagem de uma garça na costela. Entre os comentários em suas redes sociais, os usuários questionaram se a musa teria “abandonado a igreja”.

Assim, a apresentadora postou a foto da tatuagem no lábio com um trecho de sua nova música: “Eu já vi tanta gente que dizia saber amar passando reto por quem só queria amor, a incoerência da fé que diz ‘deus é amor’ e esconde esse deus em nome do ‘temor’”, escreveu.

Enquanto alguns viram a letra como uma resposta às críticas, outros interpretaram como uma indireta para a cantora gospel Bruna Karla, que viralizou recentemente com declarações homofóbicas.


Fonte: https://tvefamosos.uol.com.br
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, consideramos que você está de acordo. Aceitar Leia Mais

0
Comente!x
()
x